É, nem tudo é o que parece.

Sempre tentei ser um cara legal, divertido e brincalhão. Mas as coisas as vezes saem do um caminho. Este é o grande problema com a internet. Quando uma pessoa lê algo, ela interpreta da sua maneira, mas nem sempre esta foi a verdadeira intenção de quem escreveu.

Já sei, então você me pergunta: mas porque não escreveu o que queria dizer?

Todo mundo está correndo, não temos tempo para ser poetas de facebook (pelo menos não todos). A ideia é mesmo escrever rapidamente o que vem à mente.

O problema é quando uma piada, ou uma tentativa de cutucada ácida, vida um grande mal entendido. É complicado.

Uma simples desculpa bastaria, mas, para algumas pessoas, errar é uma falha condenável ao abandono.

Todos erramos, por mais perfeitos que tentemos ser, o erro é algo comum.

Uma possível saída é a tentativa do pedido de desculpas… Mas nem sempre elas são aceitas. E neste momento? O que se pode fazer?

Poucas coisas são realmente valiosas pra mim. Amizade é uma coisa que eu prezo muito. É uma das únicas coisa que faz tudo ainda ter algum sentido. Perder uma grande amizade por um erro, é dolorido.

A grande diferença é que quando se sabe que está errado, e erra, isso fica pior. Mas tenho a consciência tranquila, pois quando cometi este erro, eu realmente não tive nenhum intenção de magoar ninguém, foi somente uma tentativa de brincadeira, que se provou ser de muito mau gosto.

Deixar que uma amizade se desfaça por uma coisa dessas, parece pra mim uma grande besteira. Mas é sempre aquela, quem bate esquece, quem apanha não.

É apenas mais um registro para o Diogo do futuro aprender que nem toda brincadeira é sadia, e nem todas as pessoas levam tudo numa boa.

Boa noite.