Sinto as aguas do mar
tocando minha face
Vejo os raios do sol
cegando meu dia a dia
E essa areia fina
que penera minhas lembranças

Não há nada a dizer,
Não há nada a sonhar,
Não há motivos para se arrepender…

O passado mora ao lado do tempo
O que foi escrito não será apagado
Ainda me resta uma caneta e uma história a escrever

As minhas sombras refletem meus pensamentos
O meu consolo está em minhas lembranças

Momentos de alegria,
Momentos de paz,
Momentos que não vão voltar…

Não há nada a dizer,
Não há nada a sonhar,
Não há motivos para se arrepender…

O passado mora ao lado do tempo
O que foi escrito não será apagado
Ainda me resta uma caneta e uma história a escrever.