11

Acredito que a maioria das pessoas passe pela vida sem vivenciar uma emoção tão forte quanto a que eu senti nesta última Segunda, dia 14 de dezembro de 2015, sem qualquer sombra de dúvidas o melhor dia da minha vida.

Para mim, música é coisa séria, e com certeza a minha banda preferida é Pink Floyd.

Eu nunca poderia imaginar que teria a oportunidade de presenciar um espetáculo como este.

Não foi uma tarefa fácil…

Chegamos no local do show por volta do meio dia. E a fila já tinha por volta de 200 pessoas. Minha dúvida seria se, mesmo assim, conseguiríamos um lugar bacana lá dentro.

Uma coisa que sempre me comove é como amizades se formam instantaneamente em filas de show. Conhecemos algumas pessoas já na entrada. Os portões foram abertos às 15:00, quando corremos para tentar um lugar bacana.

Eu, com meu corpinho de bailarina, segurando as calças, corri igual um louco para chegar o mais próximo possível do palco, qual não foi minha surpresa ao ver a grade do show.

Neste momento, não acreditei.

08

 

Não foi fácil… teríamos mais 5 horas de espera. Mesmo assim, conseguimos fazer muitas outras amizades, ficamos praticamente amigos de todos a nossa volta, o que ajudou muito.

Um cara, o Fabiano, estava na grade com uma mochila, e nos disse que havia preparado uma surpresa. Ele fez ~a mão~ 1000 cartazes coloridos com a palavra RUN escrita, para levantarmos na hora da música.

Também tinha trazido 1000 bexigas para serem distribuídas.

A emoção só aumentava.

Pontualmente as 20h o show começa, e não havia a mínima possibilidade de conter a emoção.

Chorei muito, estava a menos de 20 metros de um cara que mudou a minha vida, suas músicas sempre me acompanharam nos momentos felizes e tristes, estava em frente ao meu ídolo.

03

Mas houve um momento, talvez o melhor momento de todos para mim, quando na música Us and Them eu ví uma lágrima escorrer no rosto do David. Aquilo, para mim, foi um sinal de que estávamos todos fazendo nossa parte, cantando, e mostrando o verdadeiro amor por sua música.

O espaço estava totalmente lotado.

Aproveitei cada segundo, cada nota, cada acorde.

Não foi apenas um show, foi um espetáculo, uma experiência.

10

 

Na música RUN, todos levantamos os cartazes e aparecemos no telão do show! Putz isso foi muito bacana.

As duas últimas músicas do BIS foram Time e Comfortably Numb.

Ao terminar, não estava bem, exausto reuni forças para tentar voltar, mas agora ao refletir e lembrar de cada momento, consigo classificar um dia para ser lembrado para o resto da minha vida, talvez o melhor dia de toda a minha existência.

Obrigado David, por me proporcionar isso.

 

02

11

09

2015-12-14 22.36.22-1
01